AS CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM ESPERA DE ADOÇÃO: IMPLICAÇÕES PSICOLÓGICAS E SOCIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.382

Palavras-chave:

Adoção, psicológico, social, cuidadores

Resumo

A pesquisa possui o objetivo de analisar e discutir as implicações psicológicas e sociais de crianças e adolescentes institucionalizados na faixa etária de 3 a 18 anos de idade. No Brasil, quando uma família entra em processo de adoção, normalmente procuram por crianças recém-nascidas e não desejam a adoção tardia, ou seja, crianças com mais de dois anos de idade. A produção da pesquisa se aplica em uma revisão sistemática da literatura, pois através dela pode-se maximizar o objetivo de buscas para encontrar resultados de acordo com a temática solicitada. Ressaltando-se que crianças e adolescentes em espera pela adoção possuem implicações e atrasos no desenvolvimento psicossocial pela ausência de um lar efetivo que assegure atenção, amor, carinho e cuidados para com estes indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liana Dantas, Centro Universitário Santo Agostinho

Graduada em psicologia pela Faculdade Santo Agostinho - FSA, Teresina-PI. Doutora em biologia celular e molecular aplicada à saúde (ULBRA/RS), mestre em genética e toxicologia aplicada (ULBRA/RS). Especialista em psicologia clínica (FATEC/FAESP) e saúde mental (IBPEX). Docente do ensino superior áreas humanas e saúde, exercendo desde 2009 a função de docente no Centro Universitário Santo Agostinho/UNIFSA, Teresina-PI.

Downloads

Publicado

02/07/2021

Como Citar

Dantas da Costa e Silva Barbosa, L., Sampaio, J., Netícia Conceição da Silva , J., de Brito Pereira, E., Rodrigues Evangelista de Sá, M. E., Noeme de Lima Santos, L., & Maria Silva Costa, A. (2021). AS CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM ESPERA DE ADOÇÃO: IMPLICAÇÕES PSICOLÓGICAS E SOCIAS. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26382. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.382

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias