HIDROGEOMORFOMETRIA E DINÂMICA DA COBERTURA DO SOLO DA MICROBACIA DO RIO SANTA INÊS, AMAZÔNIA OCIDENTAL, BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v3i1.1012

Palavras-chave:

Geotecnologias, Recursos Naturais, Planejamento e gestão ambiental

Resumo

O conhecimento das características da paisagem em uma microbacia e os fatores que atuam sobre ela, fornecem informações essenciais para o manejo sustentável dos recursos naturais. Assim, objetivou-se com o trabalho, analisar as características hidrogeomorfométricas e a dinâmica da cobertura do solo na microbacia do rio Santa Inês, utilizando técnicas de sensoriamento remoto e equações. A microbacia tem área de 41,88 km2, perímetro de 30,35 km, forma intermediária, altitudes de 231 a 479 m, predominância de relevo ondulado, 69,60% da área da microbacia considerada de baixa influência na propagação de incêndios e apta a extremamente apta a mecanização agrícola, rede de drenagem com padrão dendrítico, elevadas condições para habitação de peixes, alta densidade de nascentes, alta densidade de drenagem, canal principal divagante, coeficiente de manutenção de 266,9 m2 m-1 e tempo de concentração de 2,71 h. A área de floresta nativa passou por constantes reduções na microbacia e na zona ripária, durante o período de 1990 a 2020, para a implantação de sistemas agropecuários, restando apenas 22,42% e 28,67% da área total, respectivamente. A microbacia do rio Santa Inês é propícia para o cultivo agrícola na região norte e o desenvolvimento de sistemas pecuários na região sul, contudo, recomenda-se a conservação das áreas de matas ciliares e adoção de práticas integradas de manejo conservacionistas do solo e da água, a fim de conciliar o desenvolvimento econômico e a conservação dos recursos naturais da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Padovan de Oliveira

Universidade Federal de Rondônia

Ariane Cristine Rebelo Lima

Universidade Federal de Rondônia

Sídna Primo dos Anjos

Universidade Federal de Rondônia

Nara Rúbia Vieira Boone

Universidade Federal de Rondônia

Camilla Sulzbacher Haus

Universidade Federal de Rondônia

Jakeline Johem

Universidade Federal de Rondônia

Wanderson Cleiton Schmidt Cavalheiro

Universidade Federal de Rondônia

Renato Francisco da Silva Souza

Pesquisador bolsista DCTA FAPEAM/UFAM

Jhony Vendruscolo

Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Referências

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, L. M.; SPAROVEK, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, n. 6, p. 711–728, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1127/0941-2948/2013/0507.

ALVES, J. M. P.; CASTRO, P. T. A. Influência de feições geológicas na morfologia da bacia do rio Tanque (MG) baseada no estudo dos parâmetros morfométricos e análise de padrões de lineamentos. Revista Brasileira de Geociências, v. 33, n. 2, p.117-127, 2003.

ANJOS, S. P.; HAUS, C. S.; BOONE, N. R. V.; JOHEM, J.; LIMA, A. C. R.; OLIVEIRA, J. P.; VENDRUSCOLO, J.; CAVALHEIRO, W. C. S.; ROSELL, E. C. F.; RODRIGUES, A. A. M. Hidrogeomorfometria da microbacia Rio Azul, Amazônia Ocidental, Brasil. Geografía y Sistemas de Información Geográfica, v. 13, n. 19, Sección I: 1-20.

ASF - Alaska Satellite Facility. Imagem altimétrica. Disponível em: https://www.asf.alaska.edu/. Acesso em: 15 agosto de 2017.

BALBINOT, R.; OLIVEIRA, N. K, DE: VANZETTO, S. C.; PEDROSO, K.; VALERIO, Á. F. O papel da floresta no ciclo hidrológico em bacias hidrográficas. Ambiência Guarapuava, v. 4, n.1, p. 131-149, 2008.

BELTRAME, A. V. Diagnóstico do meio ambiente físico de bacias hidrográficas: modelo de aplicação. Florianópolis-SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 1994.

BERLINCK, C. N.; CALDAS, A. L. R.; MONTEIRO, A. H. R. R.; SAITO, C. H. Contribuição da educação ambiental na explicação e resolução de conflitos em torno dos recursos hídricos. Revista Ambiente e Educação, v. 8, p. 117-129, 2003.

BERTONI, J.; LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. 9a ed. São Paulo-SP: Ícone, 2014.

BLUM, C. T.; RODERJAN, C. V.; GALVÃO, F. O clima e sua influência na distribuição da Floresta Ombrófila Densa na Serra da Prata, Morretes, Paraná. Revista Floresta, v. 41, n.3, p. 589-598, 2011.

BRASIL. Lei nº 9433. 8 de Janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos e cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9433.htm. Acesso em: 12 fev. 2019.

BRASIL. Lei n° 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nºs 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nºs 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória nº 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm. Acesso em: 4 jul. 2021.

CARARO, D. C.; DIAS, A. F. DE S. Irrigação em Cafeeiros. In: MARCOLAN, A. L.; ESPINDULA, M. C. Café na Amazônia. Brasília: EMBRAPA, 2015. p. 309-344.

CASTRO JR., E. O papel da fauna endopedônica na estruturação física dos solos e o seu significado para a hidrologia de superfície. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2001. (Dissertação de Mestrado em Geografia)

CAVALHEIRO, W. C. S. Avaliação ambiental como subsídio para o planejamento e gestão da sub-bacia do rio Branco, Rondônia. Rolim de Moura: Universidade Federal de Rondônia, 2018. (Dissertação de Mestrado em Ciências Ambientais)

CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; HILGERT, L, M, S; MOTA, S. A. Impacto da colonização na Zona da Mata Rondoniense, Amazônia Ocidental-Brasil. Revista Geográfica Venezolana, v. 56, n.1, p. 41-57, 2015.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. 2ª Ed. São Paulo - SP: Edgard Blucher, 1980.

COSTA, O. B.; MATRICARDI, E. A. T.; PIRES, J. S. R. Análise do processo de fragmentação da floresta nos Municípios de Corumbiara e Buritis – RO. Floresta e Ambiente, v. 22, n. 3, p. 334-344, 2015.

COGO, N. P.; LEVIEN, R.; SCHWARZ, R. A. Perdas de solo e água por erosão hídrica influenciadas por métodos de preparo, classes de declive e níveis de fertilidade do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 27, n. 24, p. 743-753, 2003.

CPRM - Serviço Geológico do Brasil. Geologia e recursos minerais do estado de Rondônia. Disponível em: https://rigeo.cprm.gov.br/xmlui/bitstream/handle/doc/10277/sig_rondonia.zip?sequence=10&isAllowed=y. Acesso em: 12 de julho de 2021.

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária. Ecofisiologia da soja. Londrina: EMBRAPA soja, 2007. 9 p. (Circular Técnica, 48)

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária. Sistema de produção para a cultura do milho em Rondônia. Porto Velho: EMBRAPA, 2008. 46 p. (Sistemas de produção, 32)

FAIRFULL, S.; WITHERIDGE, G. Why do Fish Need to Cross the Road? Fish Passage Requirements for Waterway Crossings. Sydney: NSW Fisheries, 2003.

FEARNSIDE, P.M. Desmatamento na Amazônia brasileira: História, índices e consequências. In: FEARNSIDE, P. M. (ed.). Destruição e Conservação da Floresta Amazônica. Manaus: Editora do INPA, 2020. p. 7-19.

FIGUEIREDO, S. M. de M.; VENTICINQUE, E. M.; FIGUEIREDO, E. O.; FERREIRA, E. J. L. Predição da distribuição de espécies florestais usando variáveis topográficas e de índice de vegetação no leste do Acre, Brasil. Acta Amazonica, v. 45, n. 2, p. 167-174, 2015.

FRANCA, R. R. Climatologia das chuvas em Rondônia – período 1981-2011. Revista Geografias, v. 11, n. 1, p. 44-58, 2015.

FRITZSONS, E.; MANTOVANI, L. E.; AGUIAR, A. V.. Relação entre altitude e temperatura: uma contribuição ao zoneamento climático no estado do Paraná. Revista de Estudos Ambientais, v. 10, n. 1, p. 49-64, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1983-1501.2008v10n1p49-64

GABLER, R. E.; PETERSEN, J. F.; TRAPASSO, L. M.; D. SACK. Fluvial processes and landforms. In: R. E. GABLER.; J. F. PETERSEN; L. M. TRAPASSO; D. SACK (Eds). Belmonte: Physical Geographic / Brooks Cole, 2009. p. 461-490.

HӦFIG, P.; ARAUJO-JUNIOR, C. F. Classes de declividade do terreno e potencial para mecanização no estado do Paraná. Coffee Science, v. 10, n. 2, p. 195-203, 2015.

HORTON, R. E. Drainage basin characteristics. Transactions, American Geophysical Union, v. 13, n. 1, p. 350-361, 1932.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa agrícola municipal - 2019. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br. Acesso em: 16 de novembro de 2021.

INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Acervo fundiário. Disponível em http://acervofundiario.incra.gov.br/acervo/acv.php. Acesso em: 15 de maio de 2018.

LIMA JÚNIOR, J. C.; VIEIRA, W. L.; MACÊDO, K. G.; SOUZA, S. A.; NASCIMENTO, F. A. L. Determinação das características morfométricas da sub-bacia do Riacho Madeira Cortada, Quixelô, CE. VII Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação - CONNEPI. Anais, 1-7, 2012. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Palmas, Brasil.

LIMA, M. M.; DONEGÁ, M. V. B.; SOUZA, T. W. S.; PANZA, M. R.; PACHECO, F. M. P.; CAVALHEIRO, W. C. S.; HARA, F. A. S.; VENDRUSCOLO, J. Hidrogeomorfometria da microbacia do rio Paraíso: informações para auxiliar o manejo dos recursos naturais na Amazônia Ocidental. Research, Society and Development, v. 10, n. 3, p. e41410313367, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13367

LOLLO, J. A. O uso da técnica de avaliação do terreno no processo de elaboração do mapeamento geotécnico: sistematização e aplicação na quadrícula de Campinas. São Carlos-SP: Universidade de São Paulo, 1995. (Tese de Doutorado em Engenharia Geotécnica)

MESQUITA, C. M.; MELO, E. M.; REZENDE, J. E.; CARVALHO, J. S.; FABRI JÚNIOR, M. A.; MORAES, N. C.; DIAS, P. T.; CARVALHO, R. M.; ARAÚJO, W. G. Manual do café Implantação de cafezais. Belo Horizonte: EMATER, 2016.

MIRA, S. F.; ROSA, D. M.; SILVA JOSÉ, T. H.; CAVALHEIRO, W. C. S.; STACHIW, R.; VENDRUSCOLO, J. Caracterização geomorfométrica da sub-bacia do rio Comemoração Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, n. especial, p. 152-166, 2019.

MOSCA, A. A. O. Caracterização hidrológica de duas microbacias visando a identificação de indicadores hidrológicos para o monitoramento ambiental de manejo de florestas plantadas. Piracicaba: Universidade de São Paulo, 2003. p.96. (Dissertação de Mestrado em Recursos Florestais).

MORETO, R. F.; MIRA, S. F.; SOARES, G. S.; SANTOS JUNIOR, N. R. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; ROSA, D. M. Características geométricas, topográficas e hidrográficas da microbacia do rio Enganado, região sul da Amazônia Ocidental. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 110-124, 2019.

NASCIMENTO, C. P. O processo de ocupação e urbanização de Rondônia: uma análise das transformações sociais e espaciais. Revista de Geografia, v. 27, n.2, p. 53-69, 2010.

OLIVEIRA, P. T. S.; SOBRINHO, T. A.; STEFFEN, J. L.; RODRIGUES, D. B. B. Caracterização morfométrica de bacias hidrográficas através de dados SRTM. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.14, n.8, p.819-825, 2010.

OLSZEVSKI, N.; FERNANDES FILHO, E. I.; DA COSTA, L. M.; SCHAEFER, C. E. G. R.; DE SOUZA, E.; COSTA, O. D. V. C. Morfologia e aspectos hidrológicos da bacia hidrográfica do rio Preto, divisa dos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Revista Árvore, v. 35, n. 3, p. 485-492, 2011.

PACHECO, F. M. P.; DONEGÁ, M. V. B.; CAVALHEIRO, W. C. S.; FULAN, J. A.; ALVES, S. R. M.; HARA, F. A. S.; VENDRUSCOLO, J. Características gerais da microbacia do rio Capivara, Amazônia Ocidental, Brasil. Geografía y Sistemas de Información Geográfica, v. 13, n. 20, Sección I: p. 1-25, 2021.

PACHECO, F. M. P.; VENDRUSCOLO, J.; RAMOS, H. F.; RODRIGUES. A. A. M.; CAVALHEIRO, W. C. S; HARA, F. A. S.; ROCHA, K. J.; SILVA, G. N. Caracterização hidrogeomorfométrica da microbacia do Rio São Jorge, Rondônia, Brasil. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 1, p. 4219-4236, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n1-301

PANZA, M. R.; DONEGÁ, M. V. B.; PACHECO, F. M. P.; NAGAO, E. O.; HARA, F. A. S.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J. Características da paisagem para manejo dos recursos naturais na microbacia do Rio Jacuri, Amazônia Ocidental, Brasil. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 12, p. 101532-101558, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n12-592

PANZA, M. R.; SOUZA, T. W. S.; DONEGÁ, M. V. B.; LIMA, M. M.; SARAIVA, J. G.; PACHECO, F. M. P.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J. Hidrogeomorfometria e índice de desmatamento da microbacia Rio dos Veados, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, v. 12, n. 4, p. 1-23, 2021.

PARVIS, M. Drainage pattern significance in airphoto identification of soils and bedrocks. Photogrammetric Engineering, v. 16, p. 387-408, 1950.

PAZ, S. CARMEL, Y.; JAHSAHN, F.; SHOSHANY, M. Post-fire analysis of pre-fire mapping of fire-risk: a recent case study from Mt. Carmel (Israel). Forest Ecology and Management, n. 262, p. 1184-1188, 2011.

PIROLI, E. L. Geoprocessamento aplicado ao estudo da evolução do uso da terra e seus impactos sobre a infiltração de água em microbacias hidrográficas. Anais do XLIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, 2014.

QGIS Development Team. QGIS Geographi Information System. Open Source Geospatial Foundation Project, 2015. Disponível em: http://qgis.osgeo.org. Acesso em: 25 out. 2017.

RIBEIRO, L.; KOPROSKI, L. P.; STOLLE, L.; LINGNAU, C.; SOARES, R. V.; BATISTA, A. C. Zoneamento de riscos de incêndios florestais para a Fazenda Experimental do Canguiri, Pinhais (PR). Floresta, v. 38, n. 3, p. 561-572, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v38i3.12430.

ROMERO, V.; FORMIGA, K. T. M.; MARCUZZO, F. F. N. Estudo hidromorfológico de bacia hidrográfica urbana em Goiânia/GO. Ciência e Natura, v. 39, n. 2, p. 320-340, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X26411.

SANTOS, A. M.; TARGA, M. S.; BATISTA, G. T.; DIAS, N. W. Análise morfométrica das sub-bacias hidrográficas Perdizes e Fojo no município de Campos do Jordão, SP, Brasil. Revista Ambiente & Água, v. 7, n. 3, p. 195-211, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.4136/1980-993X

SANTOS, L. P.; ROSA, D. M.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; ROSELL, E. C. F.; BIGGS, T.; STACHIW, R. Hidrogeomorfometria e índice de desmatamento da microbacia do rio Tinguí, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 40-56, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46154. Acesso em: 03 jul. 2020.

SANTOS NETO, L. A. Variabilidade da precipitação horária em Porto Velho-RO e suas tendências anuais e sazonais. Porto Velho: Universidade Federal de Rondônia, 2014. (Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente.

SANTOS, R. D.; LEMOS, R. C.; SANTOS, H. G.; KER, J. C.; ANJOS, L. H. C.; SHIMIZU, S. H. Manual de descrição e coleta de solo no campo. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2013.

SEDAM - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental. Atlas Geoambiental de Rondônia. Porto Velho-RO: SEDAM, 2002.

SILVA, A. F.; QUADROS TRONCO, K. M.; VENDRUSCOLO, J.; OLIVEIRA, J. N.; CAVALHEIRO, W. C. S.; ROSA, D. M.; STACHIW, R. (2019). Geoprocessamento aplicado a hidrogeomorfometria e índice de desflorestamento na microbacia do rio D'Alincourt, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, v. especial, p. 210-225, 2019.

SILVA, Q. D. Mapeamento geomorfológico da Ilha do Maranhão. Presidente Prudente: Universidade Estadual Paulista, 2012. (Tese de Doutorado em Geografia)

SOARES, G. S.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; MIRA, S. F.; MORETO, R. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; ROSA, D. M. Uso de plataforma SIG na caracterização morfométrica da microbacia do rio Santa Teresinha, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 84-95, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46157. Acesso em: 22 de agosto de 2021.

SOARES, M. R. G. J.; SOUZA, J. L. M. Análise morfométrica da bacia hidrográfica do rio Pequeno em São José dos Pinhais (PR). Geografia, v. 21, n. 1, p. 19-36, 2012.

SOPPER, W. E. Effects of timber harvesting and related management practices on water quality in forested watersheds. Journal of Environmental Quality, v. 4, n.1, p.9-24, 1975.

STRAHLER, A. N. Quantitative analysis of watershed geomorphology. Transactions of American Geophysical Union, v. 38, p. 913-20, 1957.

TAMBOSI, L. R.; VIDAL, M. M.; FERRAZ, S. F. B.; METZGER, J. P. Funções eco-hidrológicas das florestas nativas e o Código Florestal. Estudos Avançados, v. 29, n. 84, 151-162, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-40142015000200010.

TARGA, M. S.; BATISTA, G. T.; DINIZ, H. D.; DIAS, N. W.; MATOS, F. C. Urbanização e escoamento superficial na bacia hidrográfica do Igarapé Tucunduba, Belém, PA, Brasil. Revista Ambiente & Água, v. 7, n. 2, p. 120-142, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.4136/1980-993X

TRABAQUINI, K.; MIGLIORANZA, É.; FRANCA, V. E PEREIRA NETO, O. C. Caracterização de lavouras cafeeiras, utilizando técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto, no município de Umuarama - PR. Ciência Agrotecnológica, v. 35, n.1, p. 35-44, 2011.

USGS – United States Geological Survey. USGS: Science for a changing world. Disponível em: https://earthexplorer.usgs.gov/. Acesso em: 07 de agosto de 2018.

VANNOTE, R. L.; MINSHALL, G. W.; CUMMINS, K. W.; SEDELL, J. R.; CUSHING, C. E. The river continuum concept. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Sciences, v. 37, p. 130-137, 1980.

VENDRUSCOLO, J.; BOONE, N. R. V.; MORETO, R. F.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; SOARES, G. S.; LIMA, A. C. R.; CAVALHEIRO, W. C. S.; SCOTTI, M. S. V.; MAIA, E.; HARA, F. A. S. Características da paisagem da sub-bacia do rio Escondido, Amazônia Sul-Ocidental, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 3, p. e22210313253, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13253

VENDRUSCOLO, J.; CAVALHEIRO, W. C. S.; ROSA, D. M.; STACHIW, R.; VENDRUSCOLO, R.; SIQUEIRA, A. S.; BIGGS, T. Hidrogeomorfometria e desmatamento na microbacia do rio Manicoré, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 226-241, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46171. Acesso em: 22 de outubro de 2020.

VENDRUSCOLO, J.; DUARTE, E. C. S.; CAVALHEIRO, W. C. S.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; ROSELL, E. C. F.; FELIX, E. S.; SILVA JÚNIOR, R. L. Características da paisagem para subsidiar o manejo dos recursos naturais na microbacia do rio Tamuatá, Amazônia Ocidental, Brasil. Geografía y Sistemas de Información Geográfica, v. 13, n. 20, Sección I: p. 1-23, 2021e.

VENDRUSCOLO, J.; FERREIRA, K. R.; CAVALHEIRO, W. C. S.; CLIVATI, D.; PEREIRA, C. V. L.; ROCHA, J. D. S. Uso de geotecnologias para caracterização hidrogeomorfométrica e índice de desmatamento da microbacia do rio Bonito, Amazônia Ocidental, Brasil. Geografía y Sistemas de Información Geográfica, v. 13, n. 20, Sección I: p. 1-21, 2021d.

VENDRUSCOLO, J.; PACHECO, F. M. P.; RAMOS, H. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; RODRIGUES. A. A. M. Hidrogeomorfometria da microbacia Alto Rio Escondido: informações para auxiliar o manejo dos recursos naturais na Amazônia ocidental. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 3, p. 9709-9730, 2020b. DOI: http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n3-011.

VENDRUSCOLO, J.; PACHECO, F. M. P.; RODRIGUES, A. A. M.; RAMOS, H. F.; ROSA, D. M.; CAVALHEIRO, W. C. S. Características morfométricas da microbacia do Médio Rio Escondido, Amazônia Ocidental, Brasil. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 1, p. 565-585, 2020a. DOI: http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n1-040.

VENDRUSCOLO, J.; SILVA, A. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; STACHIW, R.; PEREZ MARIN, A. M. Índice de desmatamento na bacia do rio Bamburro durante o período de 1985 a 2015, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, v. 58, n. 2, p. 378-393, 2017. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3477/347753793008.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. São Paulo-SP: McGraw-Hill, 1975.

Downloads

Publicado

16/01/2022

Como Citar

Padovan de Oliveira, J., Cristine Rebelo Lima, A., Primo dos Anjos, S., Rúbia Vieira Boone, N., Sulzbacher Haus, C., Johem, J., Cleiton Schmidt Cavalheiro, W., Francisco da Silva Souza, R., & Vendruscolo, J. (2022). HIDROGEOMORFOMETRIA E DINÂMICA DA COBERTURA DO SOLO DA MICROBACIA DO RIO SANTA INÊS, AMAZÔNIA OCIDENTAL, BRASIL. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 3(1), e311012. https://doi.org/10.47820/recima21.v3i1.1012

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>