MENINGITIS IN THE ELDERLY POPULATION IN BRAZIL: NARRATIVE REVIEW

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i5.300

Palavras-chave:

Aged. Meningitis. Health of the elderly. Immunization Programs.

Resumo

Introdução: Com o avançar da idade, as alterações fisiológicas tornam-se cada vez piores, favorecendo a gravidade de possíveis infecções em idosos. Pessoas com mais de 60 anos estão constantemente sujeitas a doenças subjacentes com sintomas associados, que podem ser confundidos com meningite. Objetivo: Apresentar evidências científicas, com base em uma revisão integrativa da literatura, sobre meningite na população idosa brasileira. Métodos: Os artigos foram pesquisados ​​nas bases de dados SciELO, LILACS, MEDLINE (PubMed), Scopus, BIREME e Web of Science, além de uma busca por literatura cinza no Google Scholar. Os estudos foram selecionados com uma combinação baseada no Medical Subject Headings (MeSH), conduzidos de acordo com as recomendações do PRISMA. Resultados: Destaca-se a predominância de sorotipos da vacina pneumocócica conjugada não-10 valente (PCV10) na doença pneumocócica invasiva na população idosa em cepas que circulam três a cinco anos após a introdução da PCV10 no Brasil. Um longo intervalo entre o início dos sintomas e o diagnóstico da doença indica piora do prognóstico e aumento da letalidade na população idosa brasileira. Conclusão: Meningite na população idosa está associada a maior dificuldade diagnóstica, gravidade neurológica, complicações clínicas e aumento da mortalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03/06/2021

Como Citar

Faustino Gonçalves , L. ., Viana Stolz, J. . ., & Haas, P. (2021). MENINGITIS IN THE ELDERLY POPULATION IN BRAZIL: NARRATIVE REVIEW. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(5), e25300. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i5.300

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)