O USO DE DROGAS DURANTE A GESTAÇÃO E A VULNERABILIDADE DA MULHER: UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA

Autores

  • Milene Fernandes da Silva UNINTER

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.389

Palavras-chave:

Droga. Gestação. Política Pública.

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo investigar os impactos do uso de drogas lÍcitas ou ilícitas, e também verificar como problemas sociais, financeiros ou emocionais influenciam pessoas ou famílias. Na ausência de alternativas de resolução a saída encontrada é a aproximação às drogas, como algo libertador dos problemas. Assim, a partir da experiência de situações vivenciadas objetivou-se melhor compreender este aspecto da questão social, o papel do sujeito, da comunidade, da família e das políticas públicas, buscando explicitar questões que contribuam para o trabalho junto à área, na elaboração de ações que impulsionem o regaste em especial de mulheres gestantes que tem algum envolvimento com drogas. A pesquisa foi realizada através de levantamento bibliográfico onde foram usados e artigos científicos relacionados ao tema. No processo de conclusão da pesquisa, constatamos que não há uma política somente para as gestantes que são usuárias de drogas, as políticas abrangem todo um público e a importância da família na recuperação e tratamento dos usuários dependente químico, no incentivo para que os mesmos continuem o tratamento. O estudo contribui significativamente para que a sociedade tenha um olhar especial a gestante usuária de drogas lícita e Ilícitas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

06/07/2021

Como Citar

Fernandes da Silva , M. . (2021). O USO DE DROGAS DURANTE A GESTAÇÃO E A VULNERABILIDADE DA MULHER: UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26389. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.389

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias