USO MEDICINAL DO Cereus jamacaru DC. (MANDACARU): UMA REVISÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.405

Palavras-chave:

Cereus jamacaru DC., Cactácea, Mandacaru

Resumo

O uso de plantas medicinais tem sido uma das principais alternativas para tratamento de doenças e manutenção da saúde. O Brasil é um país privilegiado por sua rica biodiversidade em espécies vegetais em todos seus biomas que vislumbram estudos que ajudam validar cientificamente algumas plantas já conhecidas. Cereus jamacaru DC. é uma espécie da família Cactácea comum na Caatinga e conhecida popularmente como mandacaru. Foi realizada uma revisão bibliográfica usando os descritores C. jamacaru DC, cactáceas e mandacaru, por intermédio dos bancos de dados Scielo, ScienceDirect, PubMed, Bireme e Lilacs. A busca incluiu as publicações que evidenciam a importância medicinal e econômica de C. jamacaru DC. Foram selecionados os estudos de maior relevância e que abordam principalmente a temática do uso popular e medicinal da espécie. Na medicina popular, a C. jamacaru é principalmente utilizada como antibiótico, diurético, analgésico e anti-inflamatório, além de tratar problemas intestinais, tosses, afecções cardíacas e nervosas, dor de dente, curar alguns tipos de úlceras e atuar no controle de diabetes e colesterol. A atividade farmacológica desta espécie tem sido avaliada cientificamente através de estudos que buscam correlacionar a composição fitoquímica com seu efeito. A presença de metabólitos como flavonoides, favorece a atividade antioxidante que pode representar um importante mecanismos para justificar as atividades terapêuticas da espécie. Entretanto, são necessárias mais pesquisas para completa elucidação das propriedades planta, tanto farmacológicas quanto toxicológicas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03/07/2021

Como Citar

Matos Camara , N. ., & Levi Silva Oliveira , T. . (2021). USO MEDICINAL DO Cereus jamacaru DC. (MANDACARU): UMA REVISÃO. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26405. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.405

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias