EFETIVIDADE DO USO DA GAMIFICAÇÃO NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.422

Palavras-chave:

Área de Atendimento em Saúde; Educação; Profissional da Saúde.

Resumo

Objetivo: verificar a efetividade do uso de gamificação para educação em saúde. Métodos: O presente estudo se trata de uma abordagem qualitativa, produzido no período de janeiro de 2010 a julho de 2020, realizado nas  bases  de  dados:  MEDLINE,  LILACS , SCIELO, WEB OF SCIENCE, SCOPUS, BIREME e PUBMED. Resultados: Foram incluídos artigos  publicados  sem restrição de idioma e localização e  excluídos  artigos  e  textos  incompletos  e que não  coincidiam  ao  objeto  de  estudo. Obtiveram-se 5 artigos que seguiram os critérios de inclusão. Os estudos selecionados demonstraram que a gamificação tem um reflexo positivo na educação em saúde, principalmente quando relacionado a motivação e a retenção de conhecimentos abordados por esse método. Conclusão: A efetividade do uso da gamificação na educação em saúde em seus diversos âmbitos, interferindo positivamente na educação da população e dos profissionais da área da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Haas, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora Doutora do Curso de Fonoaudiologia pela Universidade Federal de Santa   Catarina - UFSC;  Fonoaudiologia; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Downloads

Publicado

06/07/2021

Como Citar

de Oliveira, A. M. ., Schmitz Rambo, A. P. ., Faustino Gonçalves, L. ., Regina Bosso, J. ., & Haas, P. (2021). EFETIVIDADE DO USO DA GAMIFICAÇÃO NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26422. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.422

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias