TERAPIA OCUPACIONAL TRANSFORMANDO AS EMOÇÕES E OS SENTIMENTOS DE ADOLESCENTES NA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.465

Palavras-chave:

Adolescência, Terapia Ocupacional, Construção, Emoção, Sentimentos.

Resumo

Metade dos jovens matriculados na educação pública do Município de São Gonçalo encontram-se na faixa etária de 15 anos a 17 anos, os quais não costumam verbalizar aquilo que sente, mas revelam seus sentimentos e emoções pelo tom de voz, expressão facial/corporal ou por outras formas não verbais. O objetivo do estudo é analisar se a emoção e os sentimentos favorecem a criação de vínculos afetivos, ampliam sua comunicação e interação social. Estudo descritivo/exploratório, com enfoque qualitativo, com base na sociopoética e na Terapia Ocupacional, cujo foco é o corpo, capaz de articular a questão da emoção e do sentimento, buscando interligar subsídios teórico-práticos relativos ao emprego da modalidade expressiva construção, com o intuito de auxiliar aos adolescentes em seu processo natural de desenvolvimento. A análise dos dados se baseou na mudança de comportamento e pela projeção nos lugares sociomíticos. Participaram da pesquisa 33 alunos do ensino médio e fundamental. Eles optaram pelo lugar surreal - falha-caminho-túnel - representativo da emoção e sentimentos. Por meio da atividade de construção surgiram inúmeras opções de descoberta, o que favoreceu o equilíbrio emocional, desenvolveu a expressão, a criatividade e a imaginação possibilitando a descarrega das tensões e a exteriorização das alegrias, temores, desejos e fantasias, pois o ato de construir proporcionou o autoconhecimento, oportunizou o amadurecimento e o reconhecimento de sua identidade. Concluiu-se que se faz necessário ampliar a ação da Terapia Ocupacional com adolescentes para que os mesmos possam externar suas questões emocionais e sociais e desenvolverem seu autoconhecimento.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaynan Silva Santos, IFRJ

Possui ensino médio pela Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro(2014). Graduando de Terapia Ocupacional pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) bolsista de Iniciação Científica do CNPq pelo projeto em andamento com ênfase em Educação, Violência escolar.

Noelle Pedroza Silva , UFRJ

Graduação em Terapia Ocupacional pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (2016), e formação em Técnico em enfermagem pelo curso técnico profissionalizante da Faculdade Bezerra de Araújo (2009). Atualmente mestranda (estágio probatório) do Programa de Pós Graduação em Clinica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Claudia Donelate

Possui graduação em Administração pela Universidade Gama Filho (1990) e Especialização em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Cândido Mendes (2004). Membro do Comitê de Ética em Pesquisa e do Núcleo de Pesquisa em Gênero e Tecnologias Sociais do Instituto Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Gestão Acadêmica, Pesquisa e Desenvolvimento, com ênfase em gerenciamento de projetos.

Downloads

Publicado

21/07/2021

Como Citar

Silva Santos, T., Silva , N. P., Donelate, C. ., & Bittencourt Fernandes da Silva, A. M. (2021). TERAPIA OCUPACIONAL TRANSFORMANDO AS EMOÇÕES E OS SENTIMENTOS DE ADOLESCENTES NA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26465. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.465

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)