AFETOS E ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO EM TEMPO DE CORONAVÍRUS: UM ESTUDO QUALITATIVO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.472

Palavras-chave:

Estratégia de enfrentamento, afetos, isolamento social, Covid-19

Resumo

Este estudo objetivou levantar as estratégias de enfrentamento para lidar com isolamento social durante a pandemia do COVID-19. A disseminação do vírus Covid-19 transformou-se em pandemia ao se espalhar pelo mundo, levando a restrições de mobilidade de bilhões de pessoas que passaram a enfrentar graus variados de confinamento. Essa situação tem levado a emoções extremas de medo, tristeza e sentimentos de ansiedade, com impactos na saúde psicológica das pessoas. Pesquisas têm mostrado que a habilidade para regular adequadamente as próprias emoções é muito importante para a saúde mental, física e relações sociais, sendo relevante estudar como as pessoas lidam com suas emoções frente a situações estressoras, tal como o contexto atual do isolamento na pandemia. Foi aplicado questionário, por meio eletrônico, a 463 participantes de todo Brasil com idade superior a 18 anos. A análise dos dados foi qualitativa, com base nas respostas a um item aberto que interrogava acerca das estratégias de enfrentamento para lidar com isolamento social.   Os resultados evidenciaram o uso de estratégias variadas a fim de minimizar o estresse e ampliar o bem-estar. Destacou-se a reavaliação cognitiva, a busca de suporte social e a distração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lucia Teixeira Hirschle , Universidade Estácio de Sá

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia UFBA, Professor da Universidade Estácio de Sá. E-mail de contato: analuciate@gmail.com

Luís Antônio Monteiro Campos

Coordenador do Mestrado em Psicologia da Universidade Católica de Petrópolis UCP, Professor da PUC-Rio; 

Cristiane Moreira da Silva, Universidade Católica de Petrópolis

Professora da UCP, Coordenador Adjunto do Mestrado em Psicologia da Universidade Católica de Petrópolis UCP

Elis Crokidakis Castro, Faculdades Integradas Hélio Alonso

Doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil,
Professora das Faculdades Integradas Hélio Alonso 

Scheila Farias de Paiva , Universidade Federal de Sergipe

Professora da Universidade Federal de Sergipe - UFS. Doutoranda do Programa de Psicologia da UFJF

Kelly Dayanne Oliveira Silva

Nutricionista, Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Aplicadas a Saúde da Universidade Federal de Sergipe

Publicado

12/07/2021

Como Citar

Hirschle , A. L. T. ., Campos, L. A. M., Silva, C. M. da, Castro, E. C., Paiva , S. F. de ., & Silva , K. D. O. . (2021). AFETOS E ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO EM TEMPO DE CORONAVÍRUS: UM ESTUDO QUALITATIVO. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26472. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.472

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)