PERFIL CLÍNICO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DOS PACIENTES COM MUCOPOLISSACARIDOSE TIPO VI: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v3i8.1630

Palavras-chave:

Síndrome de Maroteaux-Lamy, Mps Vi, Mucopolissacaridose Tipo Vi

Resumo

A Síndrome de Maroteaux-Lamy, também conhecida como mucopolissacaridose tipo VI, é uma síndrome que faz parte de um grupo de doenças metabólicas raríssimas, e afeta um pequeno número de indivíduos, quando comparado com a população geral, ou seja, a incidência mundial é estimada em 1:248.000 a 1:300.000 nascidos vivos entre as mais diferentes populações. O estudo tem como objetivo principal falar avaliação do diagnóstico e tratamento de pacientes com MPS VI. Os dados foram coletados utilizando as bases cientificas: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), National Library of medicine (PUBMED), Biblioteca Virtual em saúde – (BVS), Scientific Eletronic Library Online (SCIELO). Foram utilizados como descritores:  síndrome de Maroteaux-Lamy, MPS VI, mucopolissacaridose tipo VI nos idiomas inglês, português e espanhol. Foram utilizados nessa pesquisa os trabalhos sobre qualidade de vida dos pacientes com mucopolissacaridose tipo VI, que mais se enquadraram no objetivo, publicados entre 2008 e 2022. Foram excluídos todos os demais trabalhos e publicações que não se referem ao tema desse estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lanna Oliveira Andrade

Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia de Teresina - CET

Lucas Nery dos Santos

Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia de Teresina - CET

Marluci Garcia Lima

Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia de Teresina - CET

Moisés Costa Silva

Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia de Teresina - CET

Nelson Jorge Carvalho Batista

Professor do Curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia de Teresina - CET, Mestre em Genética e Toxicologia Aplicada - ULBRA, Doutor em Biologia Celular e Molecular Aplicada à Saúde - ULBRA.

Referências

(1) BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Saúde lança protocolos clínicos para 12 doenças raras, 2015. Disponível em: <http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/18086-ministerio-da-saude-lanca-protocolos-clinicos-para-12-doencas-raras>. Acesso em: 27 de abril de 2016.

(2) BRASIL. Portaria nº 199, de 30 de janeiro de 2014. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2014/prt0199_30_01_2014.html>. Acesso em 12 de outubro de 2016 2014.

(3) BRASIL. Portaria nº 37, de 31 de agosto de 2017.Torna pública a decisão de incorporar a laronidase como terapia de reposição enzimática na mucopolissacaridose tipo I, conforme Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde -SUS.Disponível em: <http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=52&data=04/09/2017>. Acesso em: 09 de set. 2017.

(4) CARDOSO-SANTOS, A.; AZEVEDO, A. C. M. M.; FAGONDES, S.; BURIN, M. G.; GIUGLIANI, R.; SCHWARTZ, I. V. D. Mucopolissacaridose tipo VI (síndrome de Maroteaux-Lamy): avaliação da mobilidade articular e das forças de garra e de pinça. Jornal de Pediatria, 84 (2), 130-135, 2008.

(5) COUTO, R. R. S. D.; BOCHERNITSAN, A. N.; BENDER, F.; FACCHIN, A. C. B.; TRAPP, F.; DICK, J.; LEISTNER-SEGAL, S. Atualização das frequências de mutações no gene ARSB em pacientes com Mucopolissacaridose tipo VI após 10 anos de análises. Clinical and biomedical research, 36, 2016.

(6) DRUMMOND, M. F. Challenges in the economic evaluation of orphan drugs. Eurohealth, v. 14, n. 2, p. 16-7, 2008.

(7) FEDERHEN, A.; GIUGLIANI, R.; MARTINS, U. Mucopolissacaridoses: um estudo abrangente sobre a epidemiologia da doença no Brasil. Tese de doutorado, Programa de Pós-graduação em saúde da criança e do adolescente, Faculdade de medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Brasil, 2017.

(8) GIUGLIANI, R.; MARTINS, A. M. Terapia de reposição enzimática para as mucopolissacaridoses I, II e VI: recomendações de um grupo de especialistas brasileiros. Revista da Associação Médica, 56 (3), 271-277, 2010.

(9) GOMES, B. D. et al. Visual Dysfunction of Type I and VI Mucopolysaccharidosis Patients Evaluated with Visual Evoked Cortical Potential. Case Rep Ophthalmol, v. 3, n. 1, p. 104-12, Jan 2012.

(10) GUARANY, N. R. et al. Functional capacity evaluation of patients with mucopolysaccharidosis. J Pediatr Rehabil Med, v. 5, n. 1, p. 37-46, 2012.

(11) KAMPMANN, C. et al. Mucopolysaccharidosis VI: cardiac involvement and the impact of enzyme replacement therapy. J Inherit Metab Dis, v. 37, n. 2, p. 269-76, Mar 2014.

(12) LEAL, G. N. et al. Advantages of early replacement therapy for mucopolysaccharidosis type VI: echocardiographic follow-up of siblings. Cardiol Young, v. 24, n. 2, p. 229-35, Apr 2014.

(13) LIN, H. Y. et al. Cardiac structure and function and effects of enzyme replacement therapy in patients with mucopolysaccharidoses I, II, IVA and VI. Mol Genet Metab, v. 117, n. 4, p. 431-7, Apr 2016.

(14) SANTOS, A. S. D., SANTOS NETO, F. P. D., SILVA, D. A., & SOUZA, D. O. Mucopolissacaridose tipo VI (Síndrome de Maroteaux Lamy): relato de caso. Revista de Ciências Médicas e Biológicas,10 (2), 194-197, 2011.

(15) SOUSA, A. M.; DE SÁ, N. M. Análise das características e dos preceitos normativos da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras. Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário, v. 4, n. 2, p. 47-67, 2015.

Downloads

Publicado

01/08/2022

Como Citar

Oliveira Andrade, L. ., Nery dos Santos, L. ., Garcia Lima, M. ., Costa Silva, M. ., & Carvalho Batista, N. J. . (2022). PERFIL CLÍNICO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DOS PACIENTES COM MUCOPOLISSACARIDOSE TIPO VI: REVISÃO INTEGRATIVA. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 3(8), e381630. https://doi.org/10.47820/recima21.v3i8.1630

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)