PREVALÊNCIA DE HELICOBACTER PYLORI EM PACIENTES DIAGNOSTICADOS COM ÚLCERA PÉPTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i8.672

Palavras-chave:

Úlcera Péptica, Helicobacter pylori, Trato Gastrointestinal

Resumo

A úlcera péptica é uma causa importante de morte por doenças gástricas e, por isso, seu estudo se faz essencial. Como a bactéria Helicobacter pylori é uma das principais etiologias dessa patologia, esse trabalho se destina a verificar a prevalência dessa bactéria em pacientes diagnosticados com úlcera péptica em um Hospital Universitário no Sul de Minas Gerais de forma a contribuir com o direcionamento de políticas públicas que visem um melhor funcionamento do sistema de saúde no que diz respeito à prevenção da doença ulcerosa. Os resultados desse estudo mostram presença da bactéria em 25% dos pacientes analisados, com maior acometimento de idosos e maior número de pacientes homens infectados. O presente estudo conclui que a prevalência de Helicobacter pylori tem reduzido à medida que as condições básicas de saúde vêm melhorando no país.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Chrystine Andrade Faciulli

Isadora Oliveira Banhos

Milena Tadeia Tucci Castilho

Universidade do Vale do Sapucaí

Isabela Fonseca Codignole

Universidade José do Rosário Vellano

Eliza Freitas Leite

Universidade José do Rosário Vellano

Roberta Bessa Veloso Silva

Universidade José do Rosário Vellano

Gérsika Bitencourt Santos

Universidade José do Rosário Vellano

Referências

CARVALHO, Anfrisina S. T. de. Úlcera péptica. Jornal de Pediatria. Belo Horizonte, v.76, n.2, p. 127-134. 2000. Disponível em: <http://www.jped.com.br/conteudo/00-76-S127/port.pdf>.

LADEIRA, Marcelo Sady Plácido; SALVADORI, Daisy Maria Fávero; RODRIGUES, Maria Aparecida Marchesan. Biopatologia do Helicobacter pylori. J. Bras. Patol. Med. Lab.. São Paulo, v.39, n.4. 2003. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1676-24442003000400011>.

BITTENCOURT, Paulo F.S. et al. Úlcera péptica gastroduodenal e infecção pelo Helicobacter pylori na criança e adolescente. 82(5) ed. Rio de Janeiro: Jornal de Pediatria, 2006. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/jped/a/L4DD4xkMnKWsbF39BtjBcWG/?format=pdf&lang=pt>.

TONETO, Marcelo Garcia; OLIVEIRA, Fáberson João Mocelin; LOPES, Maria Helena Itaqui. Evolução histórica da úlcera péptica: da etiologia ao tratamento. Scientia Medica. Porto Alegre, v.21, n.1, p. 23-30, Out/Nov. 2011. Disponível em: <https://core.ac.uk/download/pdf/25529848.pdf>.

VIANNA, Júlia Silveira. Diminuição da prevalência da infecção por Helicobacter pylori ao longo do tempo no sul do Brasil. 2015. 2f. MPU, Pelotas, 2015.

CAMPELO BRAGA, Lucia Libanez Bessa et al. Sistema Digestório: Integração Básico-Clínica. 1 ed. São Paulo: Edgard Blücher Ltda, 2016.

FRUGIS, Sandra et al. Prevalência do Helicobacter Pylori há dez anos comparada com a atual em pacientes submetidos à endoscopia digestiva alta. ABCD, Arq. Bras. Cir. Dig. São Paulo, v. 29, n. 3, p. 151-154, Set. 2016. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0102-6720201600030006>.

MARINHO, James Ramalho et al. Tratado de Gastroenterologia: da graduação a pós-graduação. 2 ed. São Paulo: Atheneu, 2016.

RIBEIRO, Irma Claudia Saboya et al. Relação entre a presença do Helicobacter pylori com alterações endoscópicas inflamatórias na mucosa gastroduodenal. ABCD Arq Bras Cir Dig. São Paulo, v.29, n.3, p. 142-145, Jan/Abr. 2016. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0102-6720201600030004>.

BERNARDO, Gustavo de Oliveira et al. Perfil epidemiológico dos pacientes diagnosticados com úlcera gástrica e/ou duodenal em dois serviços de referência do extremo sul catarinense no período de um ano. Arquivos Catarinenses de Medicina. v.46, n.3, p. 59-69, Jul/Set. 2017. Disponível em: <http://www.acm.org.br/acm/seer/index.php/arquivos/article/view/127>.

BURUCOA, Christophe; AXON, Anthony. Epidemiology of Helicobacter Pylori Infection. Special Issue: Xxxth International Workshop on Helicobacter & Microbiota in Inflammation & Cancer. Bordeaux, v.22, n.1, Set. 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.1111/hel.12403>.

BUSSAB, W. DE O.; MORETTIN, P. A. Estatística Básica. 9 ed. Saraiva, São Paulo, 2017.

HU, Yi; ZHU, Yin; LU, Nong-Hua. Novel and effective therapeutic regimens for Helicobacter pylori in an era of increasing antibiotic resistance. Frontiers in cellular and infection microbiology, v. 7, p. 168, 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.3389/fcimb.2017.00168>.

FISCHBACH, Wolfgang; MALFERTHEINER, Peter. Helicobacter Pylori Infection: When to Eradicate, How to Diagnose and Treat. Deutsches Ärzteblatt International. v.115, n.25, p. 429-436, Jun/Jun. 2018. Disponível em: <10.3238/arztebl.2018.0429>.

YEGEN, Berrak C. Lifestyle and peptic ulcer disease. Current pharmaceutical design, v. 24, n. 18, p. 2034-2040, 2018. Disponível em: <https://doi.org/10.2174/1381612824666180510092303>.

BRANDÃO, Luiza Barbosa et al. Aspectos atuais no tratamento da Doença Ulcerosa Péptica. Revista de Saúde. Vassouras, v.10, n.1. 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.21727/rs.v10i1Sup.1710>.

CHMIELA, Magdalena; KUPCINSKAS, Juozas. Review: Pathogenesis of Helicobacter pylori infection. Helicobacter. Innsbruck, v.24, n.51, p. 5-7, Set. 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.1111/hel.12638>.

NETO, Petronílio de Sousa Ferro. Perfil dos pacientes atendidos com úlcera gastroduodenal perfurada de julho de 2013 a julho de 2018 na emergência médica do Hospital Geral de Fortaleza. Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral. Fortaleza, v.2019, n.1, p. 13. 2019. Disponível em: <http://hdl.handle.net/123456789/474>.

DUARTE, Yohann Pimentel et al. Consumo de café: fator de risco para desenvolvimento de úlcera péptica?. Research, Society And Development., v.9, n.8, Jul. 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5304>.

R Development Core Team (2021). R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. ISBN 3-900051-07-0. Disponível em:<http://www.R-project.org>.

VAZ, Ana Flávia Carvalho et al. Prevalência de infecção por Helicobacter Pylori em pacientes submetidos à endoscopia digestiva alta do Centro de Especialidades Médicas da cidade de Itabirito/MG. Revista NBC. Belo Horizonte, v.11, n.21, p. 41-54. 2021.

Downloads

Publicado

28/09/2021

Como Citar

Faciulli, C. C. A., Banhos, I. O., Castilho, M. T. T., Codignole, I. F. ., Leite, E. F., Silva, R. B. V. ., & Santos , G. B. . (2021). PREVALÊNCIA DE HELICOBACTER PYLORI EM PACIENTES DIAGNOSTICADOS COM ÚLCERA PÉPTICA. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(8), e28672. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i8.672

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)