CARACTERÍSTICAS DA PAISAGEM NA MICROBACIA DO RIO DAS GARÇAS, AMAZÔNIA OCIDENTAL, BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i11.984

Palavras-chave:

Sensoriamento remoto, Hidrogeomorfometria, Dinâmica da cobertura do solo

Resumo

A análise dos potenciais e fragilidades dos recursos naturais é essencial para a elaboração do planejamento ambiental e, consequentemente, para o desenvolvimento sustentável. Assim, objetivou-se com o trabalho, analisar as características da paisagem da microbacia Rio das Garças, Amazônia Ocidental, Brasil. As características da paisagem foram analisadas por ferramentas de sensoriamento remoto e equações, e interpretadas de acordo com a literatura. A microbacia Rio das Garças tem área de 14,21 km2, perímetro de 21,1 km, forma alongada, altitudes de 260 a 349 m, relevos planos a forte ondulado, 77,83% da área classificada como de baixa influência na propagação de incêndios e apta a extremamente apta à mecanização agrícola, padrão de drenagem dendrítico, elevadas condições para habitação de peixes (5ª ordem de drenagem), densidade de nascentes muito alta (16,68 nascentes km-2), densidade de drenagem muito alta (4,62 km km-2), baixo coeficiente de manutenção (216,5 m2 m-1), índice de sinuosidade de 28,66% e baixo tempo de concentração (2,23 h). No período de 1984 a 2021, ocorreu a conversão de parte da área da floresta nativa para área de agropecuária, de modo que, esta última classe chegou a ocupar 51,23% da área da microbacia e 45,72% da área da zona ripária no último ano. A microbacia Rio das Garças tem potencial para o desenvolvimento de agropecuária, porém, é necessário recuperar a vegetação nativa na zona ripária e adotar práticas conservacionistas nos sistemas de produção para mitigar os impactos desta atividade nos recursos naturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jhony Vendruscolo

Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Nilson Reinaldo Fernandes dos Santos Junior

Universidade Federal de Rondônia

Wanderson Cleiton Schmidt Cavalheiro

Cavalheiro Engenharia Rural e Empresarial Ltda.

Renato Francisco da Silva Souza

Universidade Federal da Paraíba - Areia - PB 

Emanuel Fernando Maia de Souza

Universidade Federal de Rondônia

Karen Janones da Rocha

Universidade Federal de Rondônia

Rosalvo Stachiw

Universidade Federal de Rondônia

João Ânderson Fulan

Universidade Federal de São Carlos

Referências

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, L. M.; SPAROVEK, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, n. 6, p. 711–728, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1127/0941-2948/2013/0507

ASF - Alaska Satellite Facility. Imagem altimétrica. Disponível em: https://www.asf.alaska.edu/. Acesso em: 15 agosto de 2017.

BELTRAME, A. V. Diagnóstico do meio ambiente físico de bacias hidrográficas: modelo de aplicação. Florianópolis-SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 1994.

BERTONI, J.; LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. 9a ed. São Paulo-SP: Ícone, 2014.

BOURKE, R. M. Altitudinal limits of 230 economic crop species in Papua New Guinea. In: HABERLE, S. G.; STEVENSON, J.; PREBBLE, M. (eds). Altered Ecologies: Fire, Climate and Human Influence on Terrestrial Landscapes. Canberra: ANU E-Press, 2010. p. 473-512.

BRASIL. Lei n° 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nºs 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nºs 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória nº 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm. Acesso em: 4 de julho de 2021.

BRUBACHER, J. P.; OLIVEIRA, G. G.; GUASSELLI, L. A. Suscetibilidade de enchentes a partir da análise das variáveis morfométricas na bacia hidrográfica do rio dos Sinos/RS. XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011. Anais... São José dos Campos: INPE.

CAVALHEIRO, W. C. S; SCCOTI, M. S. V.; VENDRUSCOLO, J.; FERNANDES, I. M.; BIGGS, T. W. Dinâmica da cobertura do solo na sub-bacia do Rio Branco (1988-2018), Rondônia, Brasil. Geografía y Sistemas de Información Geográfica, v. 13, n. 19, p. 1-19, 2021. Disponível em: https://87538a9a-4129-4498-961e-1bc765cd62c3.filesusr.com/ugd/79758e_00ae83ab1b584232a7545e0597da0954.pdf. Acesso em: 12 de novembro de 2021.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. 2ª Ed. São Paulo - SP: Edgard Blucher, 1980.

CORRÊA, C. N.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; SILVA JÚNIOR, R. L.; NAGAO, E. O.; VENDRUSCOLO, J. Características hidrogeomorfométricas da microbacia do rio Maritaca, Rondônia, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 11, e313101119549, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i11.19549

DONEGÁ, M. V. B.; SOUZA, T. W. S.; LIMA, M. M.; PANZA, M. R.; PACHECO, F. M. P.; SARAIVA, J. G.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J. Caracterização hidrogeomorfométrica da microbacia do rio Gavião, Amazônia Ocidental, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 1, e47910111844, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11844

FAIRFULL, S.; WITHERIDGE, G. Why do Fish Need to Cross the Road? Fish Passage Requirements for Waterway Crossings. Sydney: NSW Fisheries, 2003.

FIETZ, C. R.; COMUNELLO, É.; CREMON, C.; DALACORT, R.; PEREIRA, S. B. Chuvas Intensas no Estado de Mato Grosso. Dourados-MS: Embrapa Agropecuária Oeste, 2011.

FRANCA, R. R. Climatologia das chuvas em Rondônia – período 1981-2011. Revista Geografias, v. 11, n. 1, p. 44-58, 2015.

FRITZSONS, E.; MANTOVANI, L. E.; AGUIAR, A. V.. Relação entre altitude e temperatura: uma contribuição ao zoneamento climático no estado do Paraná. Revista de Estudos Ambientais, v. 10, n. 1, p. 49-64, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1983-1501.2008v10n1p49-64

HӦFIG, P.; ARAUJO-JUNIOR, C. F. Classes de declividade do terreno e potencial para mecanização no estado do Paraná. Coffee Science, v. 10, n. 2, p. 195-203, 2015.

HORTON, R. E. Drainage basin characteristics. Transactions, American Geophysical Union, v. 13, n. 1, p. 350-361, 1932.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa da pecuária municipal: produção da aquicultura, por tipo de produto. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/tabela/3940. Acesso em: 14 de setembro de 2021.

INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Acervo fundiário. Disponível em http://acervofundiario.incra.gov.br/acervo/acv.php. Acesso em: 15 de maio 2018.

INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Catálogo de Imagens. Disponível em: http://www.dgi.inpe.br/CDSR/. Acesso em: 01 de novembro de 2021.

LEPSCH, I. F.; ESPINDOLA, C. R.; VISCHI FILHO, O. J.; HERNANI, L. C.; SIQUEIRA, D. S. Manual para levantamento utilitário e classificação de terras no sistema de capacidade de uso. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.

LIMA JÚNIOR, J. C.; VIEIRA, W. L.; MACÊDO, K. G.; SOUZA, S. A.; NASCIMENTO, F. A. L. Determinação das características morfométricas da sub-bacia do Riacho Madeira Cortada, Quixelô, CE. VII Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação - CONNEPI. Anais, 1-7, 2012. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Palmas, Brasil.

LOLLO, J. A. O uso da técnica de avaliação do terreno no processo de elaboração do mapeamento geotécnico: sistematização e aplicação na quadrícula de Campinas. São Carlos-SP: Universidade de São Paulo, 1995. (Tese de Doutorado em Engenharia Geotécnica)

OLIVEIRA, R. H. R. A Reforma Agrária e suas implicações no processo de desenvolvimento do estado de Rondônia. Rio de Janeiro-RJ: Fundação Getúlio Vargas, 1994. (Dissertação em Administração Pública)

PACHECO, F. M. P.; VENDRUSCOLO, J.; RAMOS, H. F.; RODRIGUES. A. A. M.; CAVALHEIRO, W. C. S; HARA, F. A. S.; ROCHA, K. J.; SILVA, G. N. Caracterização hidrogeomorfométrica da microbacia do Rio São Jorge, Rondônia, Brasil. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 1, p. 4219-4236, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n1-301

PARVIS, M. Drainage pattern significance in airphoto identification of soils and bedrocks. Photogrammetric Engineering, v. 16, p. 387-408, 1950.

RIBEIRO, L.; KOPROSKI, L. P.; STOLLE, L.; LINGNAU, C.; SOARES, R. V.; BATISTA, A. C. Zoneamento de riscos de incêndios florestais para a Fazenda Experimental do Canguiri, Pinhais (PR). Floresta, v. 38, n. 3, p. 561-572, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v38i3.12430

ROCHA, J. D. S.; SILVA, J. A. A lei da proteção da vegetação nativa e a efetividade para a recomposição das áreas de preservação permanente e reserva legal. Revista Geográfica Venezolana, volume especial, p. 268-272, 2019.

ROMERO, V.; FORMIGA, K. T. M.; MARCUZZO, F. F. N. Estudo hidromorfológico de bacia hidrográfica urbana em Goiânia/GO. Ciência e Natura, v. 39, n. 2, p. 320-340, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X26411

SANTOS, A. M.; TARGA, M. S.; BATISTA, G. T.; DIAS, N. W. Análise morfométrica das sub-bacias hidrográficas Perdizes e Fojo no município de Campos do Jordão, SP, Brasil. Revista Ambiente & Água, v. 7, n. 3, p. 195-211, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.4136/1980-993X

SANTOS, H. G.; JACOMINE, P. K. T.; ANJOS, L. H. C.; OLIVEIRA, V. Á.; LUMBRERAS, J. F.; COELHO, M. R.; ALMEIDA, J. A.; ARAÚJO FILHO, J. C.; OLIVEIRA, J. B.; CUNHA, T. J. F. Sistema Brasileiro de Classificação do Solo. Brasília-DF: Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, 2018.

SANTOS, L. P.; ROSA, D. M.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; ROSELL, E. C. F.; BIGGS, T.; STACHIW, R. Hidrogeomorfometria e índice de desmatamento da microbacia do rio Tinguí, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 40-56, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46154. Acesso em: 03 de julho de 2020.

SANTOS, R. D.; LEMOS, R. C.; SANTOS, H. G.; KER, J. C.; ANJOS, L. H. C.; SHIMIZU, S. H. Manual de descrição e coleta de solo no campo. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2013.

SEDAM - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental. Atlas Geoambiental de Rondônia. Porto Velho: SEDAM, 2002.

SILVA, A. F.; TRONCO, K. M. Q.; VENDRUSCOLO, J.; OLIVEIRA, J. N.; CAVALHEIRO, W. C. S.; ROSA, D. M.; STACHIW, R. Geoprocessamento aplicado a hidrogeomorfometria e índice de desflorestamento na microbacia do rio D’Alincourt, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 210-225, 2019.

SILVA. C. J.; SOUSA, K. N. S.; IKEDA-CASTRILLON, S. K.; LOPES, C. R. A. S.; NUNES, J. R. S.; CARNIELLO, M. A.; MARIOTTI, P. R.; LAZARO, W. L.; MORINI, A.; ZAGO, B. W.; FAÇANHA, C. L.; ALBERNAZ-SILVEIRA, R.; LOUREIRO, E.; VIANA, I. G.; OLIVEIRA, R. F.; CRUZ, W. J. A.; ARRUDA, J. C.; SANDER, N. L.; FREITAS JUNIOR, D. S.; PINTO, V. R.; LIMA, A. C.; JONGMAN, R. H. G. Biodiversity and its drivers and pressures of change in the wetlands ofthe Upper Paraguay–Guaporé Ecotone, Mato Grosso (Brazil). Land Use Policy, v. 47, p. 163-178, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.landusepol.2015.04.004

SILVA, E. C.; PRAIA, W. M.; SANTOS, A. S.; CARDOSO, L. A. P.; HARA, F. A. S.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J. Características hidrogeomorfométricas da microbacia Três Galhos, Amazônia Ocidental, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, e20910212408, 2021a. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12408

SILVA, M. L. H.; SILVA, E. C.; NAGAO, E. O.; CAVALHEIRO, W. C. S.; MAIA, E.; ALVES, S. R. M.; SCOTTI, M. S. V.; HARA, F. A. S.; VENDRUSCOLO, J. Hidrogeomorfometria da microbacia do rio Cutia, Amazônia Sul-Ocidental, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 5, p. e23810514964, 2021b. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i5.14964

SILVA, Q. D. Mapeamento geomorfológico da Ilha do Maranhão. Presidente Prudente: Universidade Estadual Paulista, 2012. (Tese de Doutorado em Geografia)

SOARES, G. S.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; MIRA, S. F.; MORETO, R. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J.; ROSA, D. M. Uso de plataforma SIG na caracterização morfométrica da microbacia do rio Santa Teresinha, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 84-95, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46157. Acesso em: 22 de agosto de 2021.

SOUZA, T. W. S.; LIMA, M. M.; SARAIVA, J. G.; PACHECO, F. M. P.; DONEGÁ, M. V. B.; PANZA, M. R.; CAVALHEIRO, W. C. S.; VENDRUSCOLO, J. Análise hidrogeomorfométrica da microbacia do rio Mutum: informações para auxiliar o manejo de recursos hídricos na Amazônia Ocidental. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, p. 1-17, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12448

TAMBOSI, L. R.; VIDAL, M. M.; FERRAZ, S. F. B.; METZGER, J. P. Funções eco-hidrológicas das florestas nativas e o Código Florestal. Estudos Avançados, v. 29, n. 84, 151-162, 2015. https://doi.org/10.1590/S0103-40142015000200010

TARGA, M. S.; BATISTA, G. T.; DINIZ, H. D.; DIAS, N. W.; MATOS, F. C. Urbanização e escoamento superficial na bacia hidrográfica do Igarapé Tucunduba, Belém, PA, Brasil. Revista Ambiente & Água, v. 7, n. 2, p. 120-142, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.4136/1980-993X

VANNOTE, R. L.; MINSHALL, G. W.; CUMMINS, K. W.; SEDELL, J. R.; CUSHING, C. E. The river continuum concept. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Sciences, v. 37, p. 130-137, 1980.

VENDRUSCOLO, J.; BOONE, N. R. V.; MORETO, R. F.; SANTOS JÚNIOR, N. R. F.; SOARES, G. S.; LIMA, A. C. R.; CAVALHEIRO, W. C. S.; SCOTTI, M. S. V.; MAIA, E.; HARA, F. A. S. Características da paisagem da sub-bacia do rio Escondido, Amazônia sul-ocidental, Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 3, p. e22210313253, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13253

VENDRUSCOLO, J.; CAVALHEIRO, W. C. S.; ROSA, D. M.; STACHIW, R.; VENDRUSCOLO, R.; SIQUEIRA, A. S.; BIGGS, T. Hidrogeomorfometria e desmatamento na microbacia do rio Manicoré, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, edição especial, p. 226-241, 2019. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/handle/123456789/46171. Acesso em: 12 de agosto de 2021.

VENDRUSCOLO, J.; SILVA, A. F.; CAVALHEIRO, W. C. S.; STACHIW, R.; MARIN, A. M. P. Índice de desmatamento na bacia do rio Bamburro durante período de 1985 a 2015, Amazônia Ocidental, Brasil. Revista Geográfica Venezolana, v. 58, n. 2, p. 378-393, 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=347753793008. Acesso em: 12 de maio de 2019.

VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. São Paulo-SP: McGraw-Hill, 1975.

Downloads

Publicado

27/12/2021

Como Citar

Vendruscolo, J., Fernandes dos Santos Junior, N. R., Schmidt Cavalheiro, W. C., da Silva Souza, R. F., Maia de Souza, E. F., Janones da Rocha, K., Stachiw, R., & Fulan, J. Ânderson. (2021). CARACTERÍSTICAS DA PAISAGEM NA MICROBACIA DO RIO DAS GARÇAS, AMAZÔNIA OCIDENTAL, BRASIL. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(11), e211984. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i11.984

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>