EPIDEMIOLOGIA DO VÍRUS MAYARO NA AMÉRICA LATINA ENTRE 2009 A 2019

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i5.327

Palavras-chave:

MAYV, arbovírus, epidemiologia, artrópodes

Resumo

O vírus Mayaro (MAYV), é um arbovírus transmitido pela picada de artrópodes hematófagos, identificado no Brasil em 1955 nas proximidades do rio Guamá, Pará. Entre seus sintomas clínicos destacam-se a febre alta, as artralgias, a cefaleia, a dor ocular e o vômito. A falta de investimentos dos órgãos governamentais, de pesquisas e de vigilâncias epidemiológicas sobre o MAYV, e a habilidade de deslocamento entre espécies, representam os grandes desafios encontrados para se estabelecer a proporção de suas patologias. Neste trabalho, o objetivo foi indicar as características gerais, desafios clínicos, epidemiológicos e evolução viral, que podem resultar em viremias intensas ou alterações imunológicas, através da revisão de literaturas indexadas. Os resultados demostram que fatores ambientais, atividades antrópicas e o crescimento urbano, proporcionaram condições favoráveis para a proliferação do vetor e expansão do vírus pela América Latina, e que os principais países afetados pelo vírus foram Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Panamá, Peru, Uruguai e Venezuela.  Em virtude do risco que significa a saúde humana, o vírus MAYV torna-se significativo no que diz respeito a instalações e consolidações de medidas de controle, monitoramento e combate, que possam ser eficazes, para a diminuição de epidemias e endemias na América Latina, assim contribuindo melhor para os serviços de saúde pública.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10/06/2021

Como Citar

Barros, E. R. de, Pires, R. M. T., Amorim, M. T., & Holanda, G. M. (2021). EPIDEMIOLOGIA DO VÍRUS MAYARO NA AMÉRICA LATINA ENTRE 2009 A 2019. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(5), e25327. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i5.327

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias