O PROTAGONISMO DO ENFERMEIRO FRENTE A TAQUIPNEIA TRANSITÓRIA NEONATAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v3i6.1585

Palavras-chave:

Taquipneia, Enfermeiro, Saúde

Resumo

A taquipneia transitória do neonato vem se tornando mais frequente em recém-nascidos prematuros (nascidos antes de 37 semanas de gestação) e recém-nascidos a termo (nascidos entre 37 e 42 semanas de gestação), sendo esses com determinados fatores de risco, como mãe diabética, trabalho de parto prolongado e complicado e utilização de remédios, mas o fator mais importante que vem interferindo é o tipo de parto. O diagnóstico é baseado em dificuldade respiratória e pode ser confirmado por uma radiografia do tórax. A característica essencial desse distúrbio é o fato de ser temporária (transitória) e quase todos os neonatos afetados melhoram completamente no prazo de dois a três dias. Conclui-se com esta pesquisa que alguns dos neonatos afetados precisam de tratamento com oxigênio e alguns precisam de assistência respiratória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz da Silva de Andrade

Discente do Curso de Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá

Maria Eduarda Bento Silva

Discente do Curso de Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá

Yuri dos Santos Lessa da Silva

Discente do Curso de Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá

Leandro Barbosa Teixeira

Docente Enfermeiro, Especialista em UTI Pediátrica e Neonatal pela UNESA; Coordenador da UTI Pediátrica do Hospital Daniel Lipp. Professor do Curso de Extensão em Preceptor de Estágio da Universidade Estácio de Sá.

Alexandro Alves Ribeiro

Docente Enfermeiro; Doutorando em ciências da saúde; Mestre em Saúde da Família; Especialista em Saúde Coletiva pela Universidade Gama Filho. 

Marcelo Rodrigues Pessoa

Docente Enfermeiro, mestrando em educação; trabalha na ESF de São João de Meriti e é professor de curso técnico de enfermagem.

Referências

Teixeira, Antônio Lúcio P; Queiroz Filho, Hélio S; Silva, Maria de Fátima Costa e; Santos, Valéria Ladeia; Almeida, José Tadeu A; Jorge, Elisa Maria B. M; Miranda, Elaine Cristina O. R.Administração de líquidos intraparto e ocorrência de taquipneia transitória neonatal. Biblioteca Virtual em Saúde. Bahia, 21 janeiro, 1989. Disponível em <https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-72471>. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Manoella Evelyn Santos Lopes, Bibiana Toshie Onuki de Mendonça, Péricles Jorge Raposo Guimarães, Rebeca Bomfim de Araújo de Almeida, David Leopoldo Carvalho de Oliveira, Sabrina Gomes de Oliveira. Fisiopatologia da Taquipneia Transitória do Recém-Nascido. Semana de Pesquisa da UNIT. Disponível em https://eventos.set.edu.br/al_sempesq/article/view/13637. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Arcangela Lattari Balest. Taquipneia Transitória do Recém-Nascido. Manual MSD. Janeiro de 2020. Disponível em https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/problemas-de-sa%C3%BAde-infantil/problemas-pulmonares-e-respirat%C3%B3rios-em-rec%C3%A9m-nascidos/taquipneia-transit%C3%B3ria-do-rec%C3%A9m-nascido#:~:text=A%20taquipneia%20transit%C3%B3ria%20significa%20respira%C3%A7%C3%A3o,com%20determinados%20fatores%20de%20risco. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Amélia Fumiko Kimura; Ana Paula Moracci Yoshitake; Mariana Bueno; Maria Aparecida de Jesus Belli. Avaliação da Função Respiratória do Recém-nascido no Período Neonatal Imediato. Scielo. Brasísilia,Novembro/Dezembro de 2009. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext HYPERLINK "https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672009000600008"& HYPERLINK "https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672009000600008"pid=S0034-71672009000600008. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Arcangela Lattari Balest. Taquipneia Transitória do Recém-Nascido. Manual MSD. Janeiro de 2020. Disponível em https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/problemas-de-sa%C3%BAde-infantil/problemas-pulmonares-e-respirat%C3%B3rios-em-rec%C3%A9m-nascidos/taquipneia-transit%C3%B3ria-do-rec%C3%A9m-nascido#:~:text=A%20taquipneia%20transit%C3%B3ria%20significa%20respira%C3%A7%C3%A3o,com%20determinados%20fatores%20de%20risco. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Amélia Fumiko Kimura; Ana Paula Moracci Yoshitake; Mariana Bueno; Maria Aparecida de Jesus Belli. Avaliação da Função Respiratória do Recém-nascido no Período Neonatal Imediato. Scielo. Brasísilia,Novembro/Dezembro de 2009. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext HYPERLINK "https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672009000600008"& HYPERLINK "https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672009000600008"pid=S0034-71672009000600008. Acesso em 12 de Maio de 2021.

Downloads

Publicado

19/06/2022

Como Citar

Silva de Andrade, B. da, Bento Silva, M. E., Lessa da Silva, Y. dos S., Barbosa Teixeira , L., Alves Ribeiro, A., & Pessoa, M. R. (2022). O PROTAGONISMO DO ENFERMEIRO FRENTE A TAQUIPNEIA TRANSITÓRIA NEONATAL. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 3(6), e361585. https://doi.org/10.47820/recima21.v3i6.1585

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)