BEM ESTAR SOCIAL VERSUS ORGANIZAÇÃO DO SOLO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.425

Palavras-chave:

CIDADES. URBANIZAÇÃO. POPULAÇÃO.CONGLOMERADOS. GOVERNO

Resumo

Abordamos o problema da ocupação irregular do solo no país, por ser uma problemática que traz prejuízos coletivos e, separa o país em cidades ricas e pobres. As favelas, palafitas, mocambos, grotões, quebradas, baixadas, subúrbios formam parte dos conglomerados ocupacionais do Brasil. Objetivamos identificar na literatura dados que comprovam ocupações inadequadas de áreas, com o poder público ignorando-os desde o princípio da história, com o crescimento da urbanização desordenada acumulam-se dívidas sociais e sofrimentos em massa para a população. Utilizamos análises bibliográficas de fontes que versam sobre o assunto. Como resultado, diagnosticamos que os cidadãos vivem por conta própria, como se fossem de outra pátria, os governantes eximem-se de oferecer direitos básicos fundamentais, ausência dos governos, omissão no surgimento das favelas e sua completa composição. Dissertamos sobre a possibilidade de um plano diretor nacional priorizando bem-estar social, humanismo, sendo parceiro de quem precisa, não apenas fiscalizar, multar, demolir, negligenciar e não oferecer ocupações, construções, moradias, educação, saúde, segurança, lazer, cultura, saneamento, água, esgotamento sanitário, urbanismo, liberdade, respeito, etc. Concluímos que ambientes de resistência que são as comunidades deste país, de gente batalhadora o abandono é notório, temos um estado que puni mais que acolhe igualitariamente, ação governamental, planejamento, sustentabilidade na formação das cidades é prioritário, catástrofes que acabam causando dor, sofrimento, percas, mortes, injustiças poderiam não existirem.

Palavras-chaves: cidades. urbanização. população. conglomerados. governo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alexandre Firme de Oliveira, UNIVERSIDADE VALE DO ACARAÚ-UVA

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2003), é especialista em Alfabetização pela Universidade Potiguar (UnP), 2010. Mestre em Educação (2020) pela Consultoria ESL-PB. Atualmente é professor do ensino fundamental da Prefeitura Municipal de Macaíba e Parnamirim. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Aprendizagens Significativas e Metodologias Ativas, Leitura e Poesia Interativa, desenvolveu projetos e produções na área de Tecnologia da Informação e Comunicação ( Robótica Educacional e Artigos de divulgação cientifica) atuando principalmente no seguinte tema: avaliação, aprendizagem, psicologia e alfabetização no Ensino Fundamental de 9 anos.

Downloads

Publicado

09/07/2021

Como Citar

Firme de Oliveira, C. A. (2021). BEM ESTAR SOCIAL VERSUS ORGANIZAÇÃO DO SOLO. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar - ISSN 2675-6218, 2(6), e26425. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i6.425

Edição

Seção

ARTIGOS

Categorias